Skip to main content

Posts

Showing posts from April, 2015

SÃO JOÃO COLTRANE, QUEM DIRIA... (por Chico Marques)

A Costa Oeste dos Estados Unidos abriga algumas das Igrejas mais malucas do Planeta Terra.
Hoi No Hana, Corpo de Cristo, Ordem do Templo Solar, Heaven's Gate... todas essas surgiram comandadas por visionários ou meros oportunistas que sobreviveram às Montanhas Rochosas e conseguiram alcançar o Golden State -- sabe-se lá em que condições psíquicas.
Pois uma das mais curiosas -- para não dizer estranhas -- delas todas é a Igreja Africana Ortodoxa de São John William Coltrane, com sede na Fillmore Street, em San Francisco, onde quem entra já vê a imagem do grande saxofonista tenor em uma tela grande, santificado.

Na mão direita, John segura uma escritura. 

Na esquerda, seu sax tenor, de onde saem chamas divinas. 
Como todo santo, São Coltrane tem uma razão de ser: ele agora é o padroeiro de todos os artistas, de todos que buscam os extremos da criatividade, e que precisam de ajuda para superar vícios. 

Os rituais são celebrados com a música de Coltrane em jam sessions num altar de dar inve…

MANHÃ DE AGOSTO DE 1958 NA 126TH STREET NO HARLEM

01 - Hilton Jefferson 02 - Benny Golson 03 - Art Farmer 04 - Wilbur Ware 05 - Art Blakey 06 - Chubby Jackson 07 - Johnny Griffin 08 - Dickie Wells 09 - Buck Clayton 10 - Taft Jordan 11 - Zutty Singleton 12 - Red Allen 13 - Tyree Glenn 14 - Miff Molo 15 - Sonny Greer 16 - Jay C. Higginbotham 17 - Jimmy Jones 18 - Charles Mingus 19 - Jo Jones 20 - Gene Krupa 21 - Max Kaminsky 22 - George Wettling 23 - Bud Freeman 24 - Pee Wee Russell 25 - Ernie Wilkins 26 - Buster Bailey 27 - Osie Johnson 28 - Gigi Gryce 29 - Hank Jones 30 - Eddie Locke 31 - Horace Silver 32 - Luckey Roberts 33 - Maxine Sullivan 34 - Jimmy Rushing 35 - Joe Thomas 36 - Scoville Browne 37 - Stuff Smith 38 - Bill Crump 39 - Coleman Hawkins 40 - Rudy Powell 41 - Oscar Pettiford 42 - Sahib Shihab 43 - Marian McPartland 44 - Sonny Rollins 45 - Lawrence Brown 46 - Mary Lou Williams 47 - Emmett Berry 48 - Thelonius Monk 49 - Vic Dickenson 50 - Milt Hinton 51 - Lester Young 52 - Rex Stewart 53 - J.C. Heard 54 - Gerry Mulligan 55 - Roy Eldgridge 56 - Dizzy Gillespie 57 - Count Basie



HERBIE HANCOCK 2015: SETENTA E CINCO ANOS JAZZ (por Chico Marques)

Herbie Hancock faz 75 anos neste domingo, dia 12 de Abril.  
Vencedor de uma infinidade de Grammies, é reconhecidamente um dos arquitetos do jazz moderno e um pianista e compositor de primeiríssima grandeza. 
Herbie esteve no olho do furacão ao longo dos Anos 60, quando conciliou uma carreira solo sensacional na Blue Note Records com uma participação marcante no quinteto mais ousado de toda a longa carreira de Miles Davis, ao lado de Wayne Shorter, Ron Carter e Tony Williams. 
Mais adiante, nos Anos 1970, foi pioneiro no uso de teclados eletrônicos na Cena Jazz-Rock, à frente do excelente grupo Headhunters, e, desde então, não cansa de explorar novas fronteiras para o jazz e abrir novos rumos para a música em geral.
Curiosamente, seu maior sucesso comercial desde então foi também seu retorno ao be-bop clássico na magnífica trilha sonora que elaborou para o filme "Round Midnight", onde contracena com Dexter Gordon tanto como músico quanto como ator.

A seguir, trechos de várias ent…

QUE DEUS ABENÇOE A CRIANÇA CENTENÁRIA BILLIE HOLIDAY (por Chico Marques)

ilustração de Eliardo França


Antes de Billie Holiday, as cantoras eram apenas crooners.

Que cantavam canções do Great American Songbook
 de acordo com o andamento determinado pelas Orquestras
das quais faziam parte na linha de frente.

A partir de Billie Holiday, tudo mudou. 

Billie inaugurou a era da voz como instrumento,
 da cantora como membro da banda.

Não foi à toa que era chamada por seus bandmates
 de "Lester Young do Jazz Vocal",
 tamanha a semelhança entre seus fraseados vocais
 e os fraseados do sax tenor de Lester,
 com quem tocava com frequência.

 Estamos celebrando nesta terça,
 7 de Abril de 2015,
 os 100 anos do nascimento de Lady Day,
 não como uma formalidade cronológica,
 mas como um momento de reflexão vital para o jazz.

Graças a Billie Holiday,
 inúmeras cantoras não muito aparelhadas tecnicamente,
 mas com o sentimento na dose certa,
 o posicionamento correto perante sua banda,
 e um approach original nas interpretações,
 conseguiram um lugar ao sol na cena do Jazz.

Por conta de…